A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.

Este estudo tem como tema a amamentação, sendo delimitado no que diz respeito ao impacto do internamento hospitalar de crianças de 0 a 6 meses de idade, no processo de amamentação. O processo metodológico deste estudo se deu por meio de uma pesquisa quantitativa, exploratória, descritiva; as partici...

Full description

Bibliographic Details
Main Author: Juliana Telles dos Santos
Format: Article
Language:English
Published: Universidade de Brasília 2018-03-01
Series:Tempus Actas de Saúde Coletiva
Subjects:
Online Access:http://tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/view/2197
id doaj-4da7a7ae9e9541ac801d5849f5a63429
record_format Article
spelling doaj-4da7a7ae9e9541ac801d5849f5a634292020-11-24T20:45:10ZengUniversidade de BrasíliaTempus Actas de Saúde Coletiva1982-88292018-03-0111214515810.18569/tempus.v11i2.21971395A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.Juliana Telles dos Santos0FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPEEste estudo tem como tema a amamentação, sendo delimitado no que diz respeito ao impacto do internamento hospitalar de crianças de 0 a 6 meses de idade, no processo de amamentação. O processo metodológico deste estudo se deu por meio de uma pesquisa quantitativa, exploratória, descritiva; as participantes da pesquisa foram mães, de filhos de 0-6 meses, que estavam internados em quatro Unidades de internação em um Hospital Pediátrico da cidade de Curitiba, que estavam amamentando antes do internamento e que aceitaram participar da pesquisa. Na avaliação das mães de 50 crianças que estavam internadas, contatou-se a prevalência de amamentação exclusiva antes do internamento de 32 (60%) crianças; durante o internamento, 16 (32%) crianças permaneciam em aleitamento materno exclusivo. As crianças que passaram a utilizar formula, comparadas às crianças que eram amamentadas exclusivamente foram de 28%, demonstrando um indice elevado de desmame durante o internamento, o que causa grande preocupação, visto os benefícios, que o aleitamento materno exclusivo fornece para as crianças. Obstáculos significativos à prática do aleitamento materno dos lactentes internados podem estar relacionados à falta de rotinas e práticas de incentivo ao aleitamento, além das dificuldades de ordem física, como o desconforto das acomodações para as mães. É de extrema necessidade criar protocolos que incentivem a continuidade do aleitamento materno durante a internação hospitalar, assim como o incentivo ao aleitamento materno reduzindo assim o número de internações.http://tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/view/2197Aleitamento MaternoDesmameHospitalização
collection DOAJ
language English
format Article
sources DOAJ
author Juliana Telles dos Santos
spellingShingle Juliana Telles dos Santos
A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
Tempus Actas de Saúde Coletiva
Aleitamento Materno
Desmame
Hospitalização
author_facet Juliana Telles dos Santos
author_sort Juliana Telles dos Santos
title A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
title_short A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
title_full A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
title_fullStr A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
title_full_unstemmed A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba.
title_sort prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de curitiba.
publisher Universidade de Brasília
series Tempus Actas de Saúde Coletiva
issn 1982-8829
publishDate 2018-03-01
description Este estudo tem como tema a amamentação, sendo delimitado no que diz respeito ao impacto do internamento hospitalar de crianças de 0 a 6 meses de idade, no processo de amamentação. O processo metodológico deste estudo se deu por meio de uma pesquisa quantitativa, exploratória, descritiva; as participantes da pesquisa foram mães, de filhos de 0-6 meses, que estavam internados em quatro Unidades de internação em um Hospital Pediátrico da cidade de Curitiba, que estavam amamentando antes do internamento e que aceitaram participar da pesquisa. Na avaliação das mães de 50 crianças que estavam internadas, contatou-se a prevalência de amamentação exclusiva antes do internamento de 32 (60%) crianças; durante o internamento, 16 (32%) crianças permaneciam em aleitamento materno exclusivo. As crianças que passaram a utilizar formula, comparadas às crianças que eram amamentadas exclusivamente foram de 28%, demonstrando um indice elevado de desmame durante o internamento, o que causa grande preocupação, visto os benefícios, que o aleitamento materno exclusivo fornece para as crianças. Obstáculos significativos à prática do aleitamento materno dos lactentes internados podem estar relacionados à falta de rotinas e práticas de incentivo ao aleitamento, além das dificuldades de ordem física, como o desconforto das acomodações para as mães. É de extrema necessidade criar protocolos que incentivem a continuidade do aleitamento materno durante a internação hospitalar, assim como o incentivo ao aleitamento materno reduzindo assim o número de internações.
topic Aleitamento Materno
Desmame
Hospitalização
url http://tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/view/2197
work_keys_str_mv AT julianatellesdossantos aprevalenciadoaleitamentomaternoexclusivoemcriancasde0a6mesesinternadasemumhospitalpediatricodecuritiba
AT julianatellesdossantos prevalenciadoaleitamentomaternoexclusivoemcriancasde0a6mesesinternadasemumhospitalpediatricodecuritiba
_version_ 1716815178767532032