Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos

Introdução: A mediastinite aguda é um processo inflamatório dos tecidos que envolvem as estruturas mediastínicas. É uma patologia pouco frequente e com elevada taxa de mortalidade se não for diagnosticada e tratada atempadamente. Realizou-se uma revisão dos casos de mediastinite aguda internados no...

Full description

Bibliographic Details
Main Authors: Ana Bastos Furtado, Aurélia Martinho, Luís Revés, Paulo Telles Freitas
Format: Article
Language:English
Published: José de Mello Saúde 2018-02-01
Series:Gazeta Médica
Subjects:
Online Access:http://www.gazetamedica.pt/index.php/gazeta/article/view/101
id doaj-999cfbda7a9342d3997116c7c4fe6e95
record_format Article
spelling doaj-999cfbda7a9342d3997116c7c4fe6e952020-11-24T22:41:55ZengJosé de Mello SaúdeGazeta Médica2183-81352184-06282018-02-013310.29315/gm.v3i3.101Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados IntensivosAna Bastos Furtado0Aurélia Martinho1Luís Revés2Paulo Telles Freitas3Serviço de Medicina IV, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca EPE, Amadora, Portugal.Serviço de Medicina Intensiva, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca EPE, Amadora, Portugal.Serviço de Medicina Intensiva, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca EPE, Amadora, Portugal.Serviço de Medicina Intensiva, Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca EPE, Amadora, Portugal. Introdução: A mediastinite aguda é um processo inflamatório dos tecidos que envolvem as estruturas mediastínicas. É uma patologia pouco frequente e com elevada taxa de mortalidade se não for diagnosticada e tratada atempadamente. Realizou-se uma revisão dos casos de mediastinite aguda internados no Serviço de Medicina Intensiva, focando os aspetos demográficos da amostra, etiologia, cuidados prestados e mortalidade associada. Material e Métodos: Análise descritiva retrospetiva da informação constante em processo de todos os doentes internados no Serviço de Medicina Intensiva com o diagnóstico mediastinite, entre 1 de abril de 1996 e 31 de dezembro de 2014. Resultados: A análise incidiu sobre 13 doentes, 54% do género feminino, com média de idade 69 anos. As etiologias obtidas: perfuração do esófago (n=5); mediastinite descendente (n=5); secundária a infeções de outras localizações (n=2); infeção de esternotomia por cirurgia cardíaca (n=1). À admissão no Serviço de Medicina Intensiva 38% encontravam-se em sépsis e 38% em choque séptico. Todos realizaram tomografia computorizada (n=13). Todos foram tratados com antibioterapia, 85% com técnicas cirúrgicas e com 15% técnicas minimamente invasivas. As complicações foram localizadas maioritariamente ao espaço pleural e pulmão (n=7). A mortalidade foi de 15,4%. Conclusão: A nossa série difere do reportado na literatura relativamente aos dados demográficos (mulheres, com idade média superior) e à etiologia das mediastinites (perfuração do esófago e mediastinites descendentes). Para o sucesso do tratamento é fundamental o diagnóstico e abordagem atempada em ambiente de cuidados intensivos pela gravidade, complexidade e multiplicidade das técnicas aplicadas. http://www.gazetamedica.pt/index.php/gazeta/article/view/101Cuidados IntensivosMediastiniteUnidades de Cuidados Intensivos
collection DOAJ
language English
format Article
sources DOAJ
author Ana Bastos Furtado
Aurélia Martinho
Luís Revés
Paulo Telles Freitas
spellingShingle Ana Bastos Furtado
Aurélia Martinho
Luís Revés
Paulo Telles Freitas
Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
Gazeta Médica
Cuidados Intensivos
Mediastinite
Unidades de Cuidados Intensivos
author_facet Ana Bastos Furtado
Aurélia Martinho
Luís Revés
Paulo Telles Freitas
author_sort Ana Bastos Furtado
title Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
title_short Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
title_full Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
title_fullStr Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
title_full_unstemmed Mediastinite Aguda: Estudo Retrospetivo de 8 Anos de Abordagem em Cuidados Intensivos
title_sort mediastinite aguda: estudo retrospetivo de 8 anos de abordagem em cuidados intensivos
publisher José de Mello Saúde
series Gazeta Médica
issn 2183-8135
2184-0628
publishDate 2018-02-01
description Introdução: A mediastinite aguda é um processo inflamatório dos tecidos que envolvem as estruturas mediastínicas. É uma patologia pouco frequente e com elevada taxa de mortalidade se não for diagnosticada e tratada atempadamente. Realizou-se uma revisão dos casos de mediastinite aguda internados no Serviço de Medicina Intensiva, focando os aspetos demográficos da amostra, etiologia, cuidados prestados e mortalidade associada. Material e Métodos: Análise descritiva retrospetiva da informação constante em processo de todos os doentes internados no Serviço de Medicina Intensiva com o diagnóstico mediastinite, entre 1 de abril de 1996 e 31 de dezembro de 2014. Resultados: A análise incidiu sobre 13 doentes, 54% do género feminino, com média de idade 69 anos. As etiologias obtidas: perfuração do esófago (n=5); mediastinite descendente (n=5); secundária a infeções de outras localizações (n=2); infeção de esternotomia por cirurgia cardíaca (n=1). À admissão no Serviço de Medicina Intensiva 38% encontravam-se em sépsis e 38% em choque séptico. Todos realizaram tomografia computorizada (n=13). Todos foram tratados com antibioterapia, 85% com técnicas cirúrgicas e com 15% técnicas minimamente invasivas. As complicações foram localizadas maioritariamente ao espaço pleural e pulmão (n=7). A mortalidade foi de 15,4%. Conclusão: A nossa série difere do reportado na literatura relativamente aos dados demográficos (mulheres, com idade média superior) e à etiologia das mediastinites (perfuração do esófago e mediastinites descendentes). Para o sucesso do tratamento é fundamental o diagnóstico e abordagem atempada em ambiente de cuidados intensivos pela gravidade, complexidade e multiplicidade das técnicas aplicadas.
topic Cuidados Intensivos
Mediastinite
Unidades de Cuidados Intensivos
url http://www.gazetamedica.pt/index.php/gazeta/article/view/101
work_keys_str_mv AT anabastosfurtado mediastiniteagudaestudoretrospetivode8anosdeabordagememcuidadosintensivos
AT aureliamartinho mediastiniteagudaestudoretrospetivode8anosdeabordagememcuidadosintensivos
AT luisreves mediastiniteagudaestudoretrospetivode8anosdeabordagememcuidadosintensivos
AT paulotellesfreitas mediastiniteagudaestudoretrospetivode8anosdeabordagememcuidadosintensivos
_version_ 1725700248533204992