Artrocentese convencional e de agulha única com distensão do compartimento superior em portadores de deslocamento do disco sem redução da articulação temporomandibular

O objetivo do presente estudo foi avaliar a efusão e o posicionamento do disco articular através de imagens por ressonância magnética nuclear (RMN) pré e pós-operatórios de duas técnicas de artrocentese da articulação temporomandibular. Foram incluídos 26 pacientes com deslocamento de o disco articu...

Full description

Bibliographic Details
Main Author: Pasqual, Primo Guilherme
Other Authors: Grossmann, Eduardo
Format: Others
Language:Portuguese
Published: 2018
Subjects:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/179709
Description
Summary:O objetivo do presente estudo foi avaliar a efusão e o posicionamento do disco articular através de imagens por ressonância magnética nuclear (RMN) pré e pós-operatórios de duas técnicas de artrocentese da articulação temporomandibular. Foram incluídos 26 pacientes com deslocamento de o disco articular sem redução (DDSR), divididos aleatoriamente em dois grupos: artrocentese com 1 agulha com distensão do compartimento superior da ATM (A1) e artrocentese convencional com 2 agulhas (A2). Para comparação dos valores da efusão articular entre as intervenções nos diferentes momentos (antes e após um ano das artrocenteses), foi utilizado o teste qui-quadrado. Todas as análises foram realizadas com nível de significância de 5%. Em relação à efusão, após a realização dos tratamentos, foi observada uma diferença estatisticamente significativa entre as diferentes categorias de efusão (p=0,009), sendo essa diferença evidente no grupo de artrocentese convencional. Do total da amostra, apenas um caso não houve qualquer modificação do posicionamento do disco articular. Pode-se concluir que a artrocentese convencional foi capaz de alterar a variável efusão de maneira estatisticamente significativa, enquanto a artrocentese de agulha única e distensão do compartimento superior não. Ambas as técnicas foram responsáveis por alterar o posicionamento da cabeça mandibular, ou do complexo cabeça-disco, projetando-os nessa última situação para uma posição mais anterior o que pode ser verificado no exame de RMN final, com um aumento da distância interincisal máxima. O uso de artrocentese com emprego de uma única agulha é uma técnica mais simples, do que a artrocentese convencional o que possibilita um maior conforto para o paciente com menor tempo de procedimento e com resultados satisfatórios. === The aim of the present study was to evaluate the effusion and positioning of the articular disc through nuclear magnetic resonance imaging (NMRI) before and after two different arthrocentesis techniques for the temporomandibular joint. 26 patients with dislocation of the articular disc without reduction (ADDwoR) were included, and randomly divided into two groups: arthrocentesis using 1 needle with distention of the upper compartment of the TMJ (A1), and conventional arthrocentesis with 2 needles (A2). The chi-square test was used to compare the joint effusion values between the interventions at different moments (before and after one year of arthrocentesis). All analyzes were performed with a significance level of 5%. Regarding effusion, after the treatments, a statistically significant difference was observed between the different effusion categories (p = 0.009), which was evident in the conventional arthrocentesis group. Of the total sample, only one case did not have a modification of the position of the articular disc. It can be concluded that conventional arthrocentesis was able to change the effusion variable in a statistically significant way, whereas the single needle arthrocentesis and distention of the upper compartment did not. Both techniques were responsible for altering the position of the mandibular head, or the disc-head complex, projecting them in the latter situation, to a more anterior position with an increase in the maximum interincisal distance verified in the final NMRI examination. Arthrocentesis with a single needle is simpler than the conventional technique, for it allows greater comfort to the patient, a shorter procedure and satisfactory results.