Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos

Os barbitúricos são fármacos com atividade depressora do sistema nervoso central e estão relacionados com elevados números de casos de intoxicações e uso não-médico em vários países. No Brasil, a droga antiepiléptica mais encontrada em casos de intoxicação é o fenobarbital, pois os pacientes relatam...

Full description

Bibliographic Details
Main Author: Almeida, Rafael Menck de
Other Authors: Yonamine, Maurício
Format: Others
Language:pt
Published: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP 2012
Subjects:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-12032013-160134/
id ndltd-usp.br-oai-teses.usp.br-tde-12032013-160134
record_format oai_dc
collection NDLTD
language pt
format Others
sources NDLTD
topic Barbiturates
Barbitúricos
Forensic toxicology
LPME
LPME
Postmortem redistribution
Redistribuição postmortem
Toxicologia forense
spellingShingle Barbiturates
Barbitúricos
Forensic toxicology
LPME
LPME
Postmortem redistribution
Redistribuição postmortem
Toxicologia forense
Almeida, Rafael Menck de
Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
description Os barbitúricos são fármacos com atividade depressora do sistema nervoso central e estão relacionados com elevados números de casos de intoxicações e uso não-médico em vários países. No Brasil, a droga antiepiléptica mais encontrada em casos de intoxicação é o fenobarbital, pois os pacientes relatam que \"essa é uma substância com ação forte no cérebro\". De fato, os barbitúricos estão altamente relacionados com tentativa de suicídio e homicídio. Nesses casos existe a necessidade da quantificação dessas substâncias para correlacionar com a causa mortis. No entanto, as análises toxicológicas postmortem são de difícil execução e interpretação, pois a concentração de agentes tóxicos encontrados é bastante complexa e afetada não só pela condição de deterioração do corpo, mas também por um processo conhecido como redistribuição postmortem. Em geral, concentrações mais elevadas são encontradas no sangue situado nos sítios centrais (como o sangue coletado da cavidade cardíaca) em comparação aos níveis verificados nos vasos periféricos (como a veia femoral). Em outros casos, o tempo entre a morte e o exame postmortem é suficiente para que algumas substâncias que normalmente estariam presentes no sangue não estejam mais disponíveis neste fluido biológico. Há ainda um agravante, pois não existem valores de referências para a maioria das amostras biológicas não-convencionais, dificultando assim a interpretação dos resultados. Os exames toxicológicos devem ser realizados em amostras biológicas e tem como objetivo a avaliação da intoxicação como circunstância qualificadora do delito, como causa de periculosidade ou imputabilidade. O objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento e aplicação de métodos de identificação de barbitúricos (butalbital, secobarbital, pentobarbital e fenobarbital) em amostras postmortem (sangue cardíaco, sangue femoral e fígado). Os analitos foram extraídos das amostras utilizando a micro extração em fase líquida (LPME), identificados e quantificados por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC-MS). Após o desenvolvimento e validação, os métodos analíticos foram aplicados em amostras postmortem de onze cadáveres necropsiados pelo Serviço de Verificação de Óbito da Cidade de São Paulo (SVO (SVO-USP), com suspeita de envolvimento de barbitúricos. Nove casos apresentaram resultado positivo para fenobarbital. A média da razão sangue femoral/sangue cardíaco foi de 0,91 com o desvio padrão de 0,23. Para a correlação fígado/sangue femoral a média foi de 1,17 com desvio padrão de 1,29. Os barbitúricos foram escolhidos como modelo de estudo devido à grande incidência de casos de intoxicação aguda com estes fármacos no Brasil. === Barbiturates are a class of drugs that act as central nervous system depressant and are associated with high numbers of poisoning cases and non-medical use in several countries. In Brazil, phenobarbital is the most related antiepileptic drug involved in intoxication cases. Patients report that \"this drug is a substance with strong action in the brain.\" In fact, barbiturates are highly related to attempted suicide and homicide cases, in which quantification of these substances to correlate with the possible cause of death is necessary. However, postmortem toxicological analyses are difficult to perform and interpret, because the concentration of toxic agents found is quite complex and affected not only by deterioration condition of the body but also by a process known as postmortem redistribution. In general, higher concentrations are found in the blood located in central sites (e.g. heart cavity) compared with the levels found in peripheral vessels (such as the femoral vein). In other cases, the time between death and postmortem examination is enough for some substances that would normally be present in the blood are no longer available in this biological fluid. Besides, there are few reference values for most non-conventional biological samples, making it difficult to interpret the results. The objective of this work was the development and application of methods for identification of barbiturates (butalbital, secobarbital, pentobarbital and phenobarbital) in postmortem samples (heart blood, femoral blood and liver). The analytes were extracted by using liquid-phase micro extraction (LPME) and quantified by gas chromatography-mass spectrometry (GC-MS). After the development and validation, analytical methods were applied in real cases of eleven corpses autopsied by Death Verification Service of São Paulo City (USP-SVO), with suspected of barbiturates involvement. Nine cases were positive for phenobarbital. The mean ratio of blood femoral / cardiac blood was 0.91 with a standard deviation of 0.23. For the correlation liver / femoral blood the average was 1.17 with a standard deviation of 1.29. Barbiturates were chosen as model for this study because the high incidence of cases of acute poisoning with these drugs in Brazil.
author2 Yonamine, Maurício
author_facet Yonamine, Maurício
Almeida, Rafael Menck de
author Almeida, Rafael Menck de
author_sort Almeida, Rafael Menck de
title Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
title_short Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
title_full Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
title_fullStr Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
title_full_unstemmed Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
title_sort redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos
publisher Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
publishDate 2012
url http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-12032013-160134/
work_keys_str_mv AT almeidarafaelmenckde redistribuicaopostmortemdebarbituricosemtecidosbiologicoshumanos
AT almeidarafaelmenckde postmortemredistributionofbarbituratesinhumanbiologicaltissues
_version_ 1719059809658994688
spelling ndltd-usp.br-oai-teses.usp.br-tde-12032013-1601342019-05-09T19:12:29Z Redistribuição postmortem de barbitúricos em tecidos biológicos humanos Postmortem redistribution of barbiturates in human biological tissues Almeida, Rafael Menck de Barbiturates Barbitúricos Forensic toxicology LPME LPME Postmortem redistribution Redistribuição postmortem Toxicologia forense Os barbitúricos são fármacos com atividade depressora do sistema nervoso central e estão relacionados com elevados números de casos de intoxicações e uso não-médico em vários países. No Brasil, a droga antiepiléptica mais encontrada em casos de intoxicação é o fenobarbital, pois os pacientes relatam que \"essa é uma substância com ação forte no cérebro\". De fato, os barbitúricos estão altamente relacionados com tentativa de suicídio e homicídio. Nesses casos existe a necessidade da quantificação dessas substâncias para correlacionar com a causa mortis. No entanto, as análises toxicológicas postmortem são de difícil execução e interpretação, pois a concentração de agentes tóxicos encontrados é bastante complexa e afetada não só pela condição de deterioração do corpo, mas também por um processo conhecido como redistribuição postmortem. Em geral, concentrações mais elevadas são encontradas no sangue situado nos sítios centrais (como o sangue coletado da cavidade cardíaca) em comparação aos níveis verificados nos vasos periféricos (como a veia femoral). Em outros casos, o tempo entre a morte e o exame postmortem é suficiente para que algumas substâncias que normalmente estariam presentes no sangue não estejam mais disponíveis neste fluido biológico. Há ainda um agravante, pois não existem valores de referências para a maioria das amostras biológicas não-convencionais, dificultando assim a interpretação dos resultados. Os exames toxicológicos devem ser realizados em amostras biológicas e tem como objetivo a avaliação da intoxicação como circunstância qualificadora do delito, como causa de periculosidade ou imputabilidade. O objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento e aplicação de métodos de identificação de barbitúricos (butalbital, secobarbital, pentobarbital e fenobarbital) em amostras postmortem (sangue cardíaco, sangue femoral e fígado). Os analitos foram extraídos das amostras utilizando a micro extração em fase líquida (LPME), identificados e quantificados por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC-MS). Após o desenvolvimento e validação, os métodos analíticos foram aplicados em amostras postmortem de onze cadáveres necropsiados pelo Serviço de Verificação de Óbito da Cidade de São Paulo (SVO (SVO-USP), com suspeita de envolvimento de barbitúricos. Nove casos apresentaram resultado positivo para fenobarbital. A média da razão sangue femoral/sangue cardíaco foi de 0,91 com o desvio padrão de 0,23. Para a correlação fígado/sangue femoral a média foi de 1,17 com desvio padrão de 1,29. Os barbitúricos foram escolhidos como modelo de estudo devido à grande incidência de casos de intoxicação aguda com estes fármacos no Brasil. Barbiturates are a class of drugs that act as central nervous system depressant and are associated with high numbers of poisoning cases and non-medical use in several countries. In Brazil, phenobarbital is the most related antiepileptic drug involved in intoxication cases. Patients report that \"this drug is a substance with strong action in the brain.\" In fact, barbiturates are highly related to attempted suicide and homicide cases, in which quantification of these substances to correlate with the possible cause of death is necessary. However, postmortem toxicological analyses are difficult to perform and interpret, because the concentration of toxic agents found is quite complex and affected not only by deterioration condition of the body but also by a process known as postmortem redistribution. In general, higher concentrations are found in the blood located in central sites (e.g. heart cavity) compared with the levels found in peripheral vessels (such as the femoral vein). In other cases, the time between death and postmortem examination is enough for some substances that would normally be present in the blood are no longer available in this biological fluid. Besides, there are few reference values for most non-conventional biological samples, making it difficult to interpret the results. The objective of this work was the development and application of methods for identification of barbiturates (butalbital, secobarbital, pentobarbital and phenobarbital) in postmortem samples (heart blood, femoral blood and liver). The analytes were extracted by using liquid-phase micro extraction (LPME) and quantified by gas chromatography-mass spectrometry (GC-MS). After the development and validation, analytical methods were applied in real cases of eleven corpses autopsied by Death Verification Service of São Paulo City (USP-SVO), with suspected of barbiturates involvement. Nine cases were positive for phenobarbital. The mean ratio of blood femoral / cardiac blood was 0.91 with a standard deviation of 0.23. For the correlation liver / femoral blood the average was 1.17 with a standard deviation of 1.29. Barbiturates were chosen as model for this study because the high incidence of cases of acute poisoning with these drugs in Brazil. Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Yonamine, Maurício 2012-12-07 Tese de Doutorado application/pdf http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-12032013-160134/ pt Liberar o conteúdo para acesso público.